terça-feira, 25 de julho de 2017

POLÍCIA DESARTICULA QUADRILHA QUE DESVIOU 40 MILHÕES EM LICITAÇÕES


A Polícia Civil de Pernambuco apresentou segunda-feira, 22-07-2017 o resultado da Operação Comunheiro II, deflagrada na sexta-feira passada para desarticular uma quadrilha acusada de fraudes em licitação. O valor do desvio é de, pelo menos, R$ 40 milhões. A entrevista coletiva acontece no auditório da sede operacional da Polícia Civil, na Rua da Aurora.

A quadrilha desarticulada durante a operação é acusada de fornecer alimentos estragados e fora do prazo de validade para a merenda de escolas públicas em Pernambuco. Foi o que informou esta manhã o chefe da Polícia Civil, delegado Joselito do Amaral, durante um balanço parcial dos trabalhos, que prendeu sete dos oito suspeitos procurados por crimes de fraude em licitação e lavagem de dinheiro. Entre os detidos  estão os empresários, servidores e ex-servidores da Câmara de Vereadores de Carpina e da Prefeitura de Buenos Aires.

De acordo com as investigações, os responsáveis por nove empresas ofereciam amostras de boa qualidade às prefeituras, mas distribuíam produtos ruins, com data de validade adulterada. gerando um prejuízo de pelo menos R$ 40 milhões aos cofres públicos das cidades de Recife, São Lourenço da Mata e Itamaracá, na Região Metropolitana e ainda Paudalho, Buenos Aires e Carpina, na Zona da Mata Norte.

Também segundo a polícia, quadrilha combinava as licitações para uma das empresas vencer e ficavam com 15% do total do dinheiro entregue pelo poder público e praticava lavagem de dinheiro com a compra de veículos de luxo.

   A operação também cumpriu 26 mandados de busca e apreensão e 12 de condução coercitiva expedidos pela justiça,que determinou ainda o bloqueio de contas bancárias e a decretação judicial da proibição das empresas citadas contratarem com o poder público.

Os alvos das prisões temporárias foram o vereador, Antônio Carlos Guerra Barreto, os empresários Reinaldo Félix Campos Uchoa Cavalcanti (Macarrão), Reginaldo de Almeida Barros Junior (Regis), José Florêncio da Silva (Pelé), Vital José Moreira Neto, Itamar Carlos da Silva, Bruno Santa Rosa e Marcos Bacelar de Andrade (Marquinhos).

Danilo Ribeiro dos Santos Ribas que está foragido, é sócio da Onix e botou os pais idosos na qualidade de sócios da empresa sem que os mesmos soubessem.

Ainda tem envolvimento no esquema três ex-servidoras da Comissão de Licitação da Câmara de Carpina. São elas:
Rúbia Correia de Souza 
Karina Alves de Lima 
Teresa Cristina Cavalcanti de Arruda. 

Elas também estão sendo investigadas por crime licitatório, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Rúbia, de acordo com a Polícia Civil, é a pessoa de confiança de Tota Barreto e já foi presa. 

                          

segunda-feira, 10 de julho de 2017

PRÉDIO DESABA E VÍTIMAS FICAM SOTERRADAS EM GARANHUNS AGRESTE DE PERNAMBUCO



Equipes do Corpo de Bombeiros, Defesa Civil,  servidores municipais e voluntários, continuam realizando buscas nos escombros do prédio residencial que desabou por volta das 06h00 de hoje (10.07.17), na Rua Desembargador João Paes – Bairro Aluisio Pinto – Garanhuns.

Os esforços estão concentrados na retirada das placas de laje, com o intuito de localizar as vitimas o servidor público de Garanhuns ANTONIO ARCOVERDE, 32 anos e o senhor EDVAL SOARES DA SILVA, 66 anos, ambos moradores do residencial.



De acordo com as informações o servidor municipal Antonio Arcoverde, pai da bebê resgatada com vida, já havia saído do prédio, quando resolveu retornar para apanhar alguns pertences momento em que o prédio desabou.

quinta-feira, 22 de junho de 2017

SÃO JOÃO AGRESTE DE PERNAMBUCO JOVEM É ASSASSINADO COM TRÊS TIROS NA CABEÇA





jovem de 18 anos de idade foi executado na noite dessa terça-feira (20/06), na cidade de São João, no Agreste pernambucano. A vítima foi identificada por Allan Caetano da Silva, morador da rua da Liberdade. O homicídio aconteceu por volta das 21h52.

A polícia militar foi acionada para comparecer no local do crime, na rua Luiz Plautino Leite, centro da cidade, onde populares teriam ouvido alguns disparos de arma de fogo e um jovem teria sido alvejo. A polícia constatou que o jovem foi alvejado na cabeça com três disparos de arma de fogo, porém no local ninguém soube informar quem teria sido o autor dos disparos, nem as motivações.