segunda-feira, 13 de novembro de 2017

ESTUDANTE A CAMINHO DO COLÉGIO SOFRE TENTATIVA DE ASSALTO E É ALVEJADO NO PESCOÇO EM JUCATI AGRESTE DE PERNAMBUCO



https://opingasangue.blogspot.com/2017/11/estudante-caminho-do-colegio-sofre.html

Estudante  de apenas 19 anos foi a mais nova vítima da violência que perturba o sossego da população do Agreste Meridional. Ele morreu após ser baleado por dois assaltantes que o abordaram para roubar seu celular na cidade de Jucati.  A dupla teria tentado tomar o celular da vítima, mas esta tentou fugir 
sendo atingida por um tiro fatal no pescoço. Trata-se de Fábio Moura  Silvestre, que se dirigia à escola no momento em que levou o tiro. Ele chegou a ser socorrido para o Dom Moura, mas não resistiu e veio à óbito. Acionada, a PM deu rápida resposta conseguindo prender dois homens suspeitos de matar o jovem. Levados para  delegacia, eles não apenas confessaram a tentativa de latrocínio que resultou na morte de Fábio, como também revelaram terem sido os autores de um roubo de uma tv e dinheiro em um estabelecimento comercial em Capoeiras, praticado após o triste episódio em Jucati. Ainda de acordo com informações, os dois suspeitos são ex-presidiários.

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Soldado da polícia militar matou namorada,sogra e a própria mãe em MINAS GERAIS



um soldado da Polícia Militar matou a namorada, a sogra, a própria mãe e cometeu suicídio em Minas Gerais. Os crimes ocorreram entre a madrugada e manhã de sábado (12). 

De acordo com Polícia Militar, Igor Quintão Vieira, de 23 anos, matou Aline Guimarães Rodrigues, de 34 anos, que também é soldado da PM e a mãe dela, Elisabete Guimarães Rodrigues, de 66, em Divinópolis, no Centro-Oeste do estado. 


O casal fazia o curso da Escola de Formação e Aperfeiçoamento de Sargentos em Belo Horizonte e estava de folga na cidade onde Aline morava. Já a mãe do militar, Eloiza Santa Quintão Vieira, de 48 anos foi morta em Rio Pomba, na Zona da Mata, onde morava e também onde o soldado se matou em seguida.

Antes de matar a mãe, o militar enviou uma mensagem pelo WhatsApp para o irmão pedindo desculpas por não ser forte e confessando que havia matado a namorada e a mãe dela em Divinópolis. A princípio, a motivação do crime seria passional. 

Os corpos da militar e da mãe dela foram encontrados dentro de um quarto na manhã do último sábado (12), com marcas de tiros de revólver calibre 38.

De acordo com a PM, parentes não informaram nenhum problema prévio entre mãe e filho e colegas de turma do futuro sargento também foram consultados, não destacando nenhum tipo de problema do soldado que pudesse ter motivado o crime.

A Polícia Civil informou que a previsão é que o laudo da perícia seja divulgado em um prazo médio de 30 dias e as investigações já iniciaram.
namorada 

soldado e a mãe 

sábado, 12 de agosto de 2017

Radialista é assassinado em frente a casa da mãe em Morada Nova Ceará


Franzé Rodrigues havia deixado o programa em uma rádio local dizendo temer ser assassinado. Em 2011, ele já havia sofrido uma tentativa de homicídio
https://opingasangue.blogspot.com/2017/08/radialista-e-assassinado-em-frente-casa.html

O radialista Franzé Rodrigues foi assassinado a tiros no início da tarde desta sexta-feira (11), em Morada Nova, a 167 quilômetros da capital. O crime ocorreu quando o radialista descia de seu carro, em frente à casa da mãe dele, no bairro Açude Velho.
Os assassinos seriam dois homens em uma moto, contaram testemunhas à polícia. A Delegacia Municipal de Morada Nova investiga as motivações do crime. Até o momento, nenhum suspeito foi preso.
Há cerca de 30 dias, Franzé deixou o programa que fazia ao lado do também radialista Raimundo Estrela, o “Caldeirão de Notícias”, na Rádio Liberal, de Morada Nova. Raimundo conta que ele chegou a dizer que temia ser assassinado, pedindo, inclusive, ajuda para contratar um serviço de segurança privada.
O programa que fazia é destinado a assuntos regionais, com forte ênfase em notícias políticas e policiais. Ao sair da rádio, Franzé passou a trabalhar em uma empresa de provedor de internet. Nas eleições de 2016, Franzé chegou a concorrer ao cargo de vereador, pelo PSD, mas não foi eleito.
Em 2011, ele havia sofrido uma tentativa de homicídio, levando tiros no momento em que colocava a moto na garagem de casa. Hospitalizado, conseguiu recuperar-se. Dois suspeitos de praticar o crime foram presos dois dias após o crime. À época, um dos suspeitos, Edvan da Silva, 27, mais como “Caju”, contou que o atentado foi uma vingança por uma abordagem policial que sofreu. Em depoimento, o suspeito disse que, duas semanas antes do crime, o radialista revelou o local onde Edvan morava.
Além disso, duas semanas antes da ação policial, Edvan também viu Franzé apontá-lo a outras pessoas. No dia do crime, afirma, ele havia ingerido bebida alcoólica e “criou coragem” para atirar em Franzé, tendo chamado um amigo para a ação.